PLANTÃO 24H. Ligue: (51) 3491.6100

Sinais de envenenamento exigem atendimento médico emergencial

Sinais de envenenamento exigem atendimento médico emergencial
Veterinarian with dog in examination room

Se o seu animal apresenta dificuldade para respirar, vômito, diarreia e apatia, esses podem ser sintomas de envenenamento. E no primeiro momento, sem que você tenha a certeza do que pode ter causado isso, não perca tempo e leve o seu bichinho de estimação o mais rápido possível a um atendimento veterinário.

Há diversas formas de envenenamento que vão desde as plantas tóxicas do pátio até os alimentos utilizados pelos humanos. Os sinais clínicos do envenenamento são variados em cada caso. E a assistência médica é imprescindível e pode até evitar uma parada cardiorrespiratória no cão ou gato.

Outras características de um animal envenenado são a dificuldade para caminhar ou o andar cambaleante, tremores, convulsões e uma salivação excessiva. O bichano pode até espumar pela boca e ficar desorientado. Em casos mais graves, pode entrar em coma.

Pode haver também uma elevação na temperatura corporal e o coração do cachorro apresentar os batimentos fracos, além de sonolência e contração ou dilatação excessiva da pupila. Todos os sintomas vão depender do tamanho do animal e com o que ele foi envenenado.

Não ofereça nada ao cãozinho. Nem água, muito menos alimentos. Receitas caseiras também não resolvem a questão. Há substâncias que podem até aumentar o efeito do veneno. O correto é ir direto ao veterinário para que ele faça exames urgentes e medicações indicadas para a situação, que podem ser determinantes para salvar o animal.

No hospital, o seu amigo fiel terá o acompanhamento completo, de forma ágil e efetiva para preservar a sua vida. Assim, é bom que você tenha o contato ou o endereço de especialistas, e que estejam disponíveis a qualquer hora, pois, afinal, não tem como prever quando isso pode acontecer, não é mesmo?

A rapidez no atendimento do seu peludo fará toda a diferença assim como uma equipe qualificada que não medirá esforços para deixar o seu pet bem. Situações de emergência como esta devem ter desdobramentos eficazes para que sejam as mais tranquilas possíveis.

A intoxicação dentro de casa

As formas de intoxicação de cães e gatos passam por picadas de animais como aranhas e cobras e ingestão de medicamentos ou substâncias venenosas como raticidas e inseticidas. Também o contato com vegetais no jardim ou em vasos como azaleia ou copo-de-leite e com alimentos consumidos por seus donos e familiares como abacate, cebola ou chocolate.

Como há uma série de frutas, verduras, bebidas e condimentos que são tóxicos para os seus bichinhos, o ideal é que você mantenha a dieta deles de acordo com a orientação do seu veterinário de confiança, evitando assim que os animais sofram o risco de envenenamento por alimentos que parecem inofensivos para o seu dono.

Produtos de limpeza, itens que não faltam em nenhuma moradia, podem trazer sérias intoxicações para o seu animal de companhia. Alvejantes, detergentes, álcool e tantas outras substâncias utilizadas na higiene da casa são um veneno para os nossos peludos.

Muitas vezes, os bichinhos acabam intoxicados por descuido de seus tutores, que deixam esses elementos acessíveis aos animais. É importante, portanto, manter esses produtos e alimentos em locais longe dos pets, pois eles são seres curiosos, que adoram explorar o ambiente.

Diagnóstico ágil salva a vida do seu pet

Mas para ter uma definição certa do tipo de envenenamento do seu companheiro é necessário o diagnóstico feito por um veterinário, pois você não pode perder tempo com hipóteses e análises que podem nem ter fundamentos.

Algumas ações podem ajudar como verificar se o seu cão revirou o lixo ou se há algum recipiente com produtos químicos virado ou aberto ou se você achou algum animal peçonhento na residência. Cheque também o seu armário de medicamentos e as embalagens de itens de limpeza.

Pode ser também que você encontre algum vestígio na boca do cachorro, na casinha ou na caminha dele ou pela casa. Uma amostra do vômito que você recolher pode ajudar nos exames laboratoriais que o hospital veterinário irá realizar para o diagnóstico.

Lembre-se que a iniciativa de levar o seu cão ou gato rapidamente para o seu médico de confiança pode determinar que ele se salve ou mesmo evitar que ele venha a ter outras doenças decorrentes do envenenamento.

Deixe uma resposta

Fechar Menu