PLANTÃO 24H. Ligue: (51) 3491.6100

Mudança de casa afeta os animais de estimação

Mudança de casa afeta os animais de estimação

A mudança de casa pode trazer muitas preocupações e alguns problemas para quem tem um pet na família pois a alteração da moradia assim como da rotina diária afeta os animais de estimação. Os gatos, por exemplo, podem até fugir do novo endereço em busca da antiga residência.

A adaptação a nova casa pode ser mais demorada, mas há dicas que podem facilitar esse processo evitando que o seu bichinho passe por estresse ou até mesmo tristeza. E essas medidas já devem ser aplicadas na própria mudança.

O ideal é que o seu bichano não participe desse momento, quando todo o seu padrão de moradia vai ser desestruturado com a retirada de móveis e objetos e pessoas estranhas estarão entrando e saindo da casa.

Nessa hora, o indicado é que o cão ou o gato fiquem em outro ambiente, com alguém de sua confiança, e que ele também goste. Outra opção, se já faz parte do cotidiano do seu pet, é leva-lo para um hotel de animais por algumas horas.

Pets devem se sentir seguros

No entanto, é muito importante que o seu bicho de estimação entre com você no novo lar, para se sentir seguro no ambiente estranho. Logo que chegar na casa nova, mostre para o seu amigo fiel o local onde ficará a sua caminha ou mesmo o seu “banheiro”.

Quando ele ficar sozinho pela primeira vez, deixe uma roupa usada por você junto a caminha do animal para que ele sinta o seu cheiro e fique mais ambientado com os novos espaços. Também espalhe os seus brinquedos para ele se entreter durante a sua ausência. Uma TV ou rádio ligados ajudam bastante.

A ideia é deixar os animais mais confiantes, relacionando esses itens pessoais com a presença de seus donos na casa para que eles se adaptem mais rapidamente ao espaço renovado. Mantenha os mesmos potes da ração e da água que eram utilizados na casa anterior para que demonstrem uma familiaridade com o antigo cenário onde o bichinho já estava acostumado.

Também para a segurança de seu pet, principalmente os gatos, lembre-se de instalar telas de proteção nas janelas da nova moradia. Se você sair de uma casa para um apartamento, deve ser aumentado o número de passeios diários ou atividades físicas para substituir a área maior da residência de antes.

Se a mudança for para uma residência com quintal, acompanhe o seu cachorro nos primeiros reconhecimentos da área externa para que ele não se sinta abandonado em um local estranho. Brinque com ele no pátio para que ele se divirta e entenda que está em um local agradável e familiar.

Cuidado maior com os gatos

No caso dos gatinhos, o cuidado deve ser maior para que eles não se sintam acuados diante de um ambiente que pode parecer hostil. Mostre cada cômodo da casa, de cada vez, no tempo do seu felino, observando a sua adaptação. Deixe-o, nos primeiros dias, onde você possa vê-lo e num espaço sem aberturas que possibilitem a sua fuga.

Da mesma forma que com os cães, traga para a casa nova os objetos, prateleiras e até os móveis que faziam parte do entretenimento do seu gato. Como eles gostam de altura, que traz segurança para esses peludos, deixe que ele explore esses locais ou mesmo instale novas estruturas para eles.

Se mesmo depois de você tomar diversas medidas para tentar deixar o seu animalzinho seguro e tranquilo, você notar que ele anda estressado, triste ou indisposto, procure um atendimento veterinário para que um especialista possa dar orientações mais adequadas e o seu companheiro ter uma vida feliz na nova casa.

Deixe uma resposta

Fechar Menu