PLANTÃO 24H. Ligue: (51) 3491.6100

Inverno chegando: pets são mais vulneráveis ao frio

Inverno chegando: pets são mais vulneráveis ao frio

As temperaturas já começaram a baixar e não demora muito a chegar o inverno, e, com ele, o frio, que nesse ano promete ser bem rigoroso. Nesse período é importante você ter cuidados especiais com o seu bichinho de estimação para que ele não sofra com frio ou fique doente.

Um desses cuidados é em relação ao banho, que deve ser evitado quando a temperatura estiver excessivamente baixa. Se você der o banho em casa, use um secador de cabelo no morno. É indicado até passar de semanal para quinzenal a periodicidade do banho. Uma alternativa bem utilizada também é o banho a seco, com muitos produtos disponíveis no mercado.

Quando for tosar o seu cão, evite um corte muito baixo, pois o pelo mais longo esquenta o animal. Se o seu cachorro tem pelagem curta compense com uma roupinha que o deixe mais confortável. Os tecidos mais indicados são o algodão e o soft, que causam menos irritação na pele do animal.

Ao sair de casa para o passeio, escolha o período do dia menos frio, geralmente no início da tarde. Se não for possível, proteja-o com uma roupa quente e evite lugares úmidos. Não vá para a rua com o seu companheiro logo após o banho.

Nessa estação de frio, recomenda-se aumentar em 20% a porção da ração, pois o gasto energético é maior no inverno para animais adultos e também filhotes. Só que essa regra só vale para animais que não estão acima do peso.

Na hora de dormir

Na hora de dormir, quando a temperatura do corpo cai, coloque um cobertor quando a temperatura estiver muito baixa, mesmo se ele estiver com uma roupinha. Alguns animais, sentem mais frio do que os outros e você vai descobrir isso ao observá-los à noite.

Se o seu animal dorme no chão, isole um pouco a sua caminha ou o edredom colocando embaixo um papelão, jornal ou madeira. Se ele fica na casinha, deixe ela resguardada do vento e da umidade.

Focinhos curtos

Um alerta especial vai para as raças de focinhos curtos, como o Boxer e o Shih Tzu. Fique atento a eles pois podem contrair traquiobronquite, a tosse dos canis. Os sintomas se assemelham ao resfriado, como tosse, espirros, febre e coriza. Você pode prevenir essa doença com a vacina, em doses anuais.

Ainda há a possibilidade de essas doenças evoluírem para quadros mais graves, como a pneumonia. No caso de cães idosos, estes podem ter dores articulares em função do frio, ainda mais se já possuem artrose ou hérnia de disco. Por isso é muito importante levar o seu pet a um veterinário quando você achar que ele não está bem.

Deixe uma resposta

Fechar Menu