PLANTÃO 24H. Ligue: (51) 3491.6100

Deficiência de vitaminas pode causar danos graves à saúde do animal

Deficiência de vitaminas pode causar danos graves à saúde do animal

A deficiência de vitaminas em cães e gatos pode desenvolver problemas graves de saúde nos animais. A falta destes micronutrientes implica em funções fisiológicas anormais que podem aparecer em todas as fases da vida dos caninos e felinos.

Do nascimento à velhice, passando pelo crescimento e reprodução, são períodos que exigem nutrientes equilibrados para a formação do bichinho e a sua saúde plena. Esses complementos nutricionais são vitais aos bichanos.

Um animal que não consome todas as vitaminas necessárias ao bom funcionamento de seu organismo vai ter a imunidade reduzida e diversos outros quadros clínicos que podem até levá-lo à morte.

O seu animal de estimação pode ter indisposição, falta de energia, fraqueza, perda de pelos, problemas ósseos como artrite e dor nas articulações, deficiências digestivas, doenças bucais, entre tantas outras enfermidades.

É muito importante que a alimentação de seu pet seja acompanhada por um veterinário desde os primeiros dias de vida para que ele não passe por práticas alimentares inadequadas e acabe sofrendo com isso.

O médico irá indicar a ração certa para o seu bichinho, já que cada animal tem necessidades diferentes. E, se você preferir a comida natural para o seu amigo fiel, também o especialista dará as orientações corretas para a alimentação caseira ideal.

A dieta do seu cachorro deve ser balanceada. Além de reunir proteínas, carboidratos e gorduras, deve agregar todos os tipos de vitaminas que o animal necessita como a vitamina A, o complexo B, a D, E, H e K, entre outras, que são responsáveis pela metabolização de diversos nutrientes.

Os grupos de vitaminas exercem funções diversificadas no organismo do animal como as ligadas à visão, à síntese de hormônios e à regulação da pele e integridade dos tecidos. Também interferem na formação óssea, no intestino e nos rins.

As vitaminas estão ligadas ainda à transmissão dos impulsos nervosos, à coagulação do sangue de forma correta, à formação de glóbulos vermelhos e às atividades musculares, além da absorção de elementos importantes como o cálcio e o fósforo.

Cuidado! Alimentação equilibrada exige orientações médicas que devem ser seguidas à risca. Muitos tutores acabam usando receitas que encontraram na Internet ou foram indicadas por outras pessoas que podem ser deficientes ou também excessivas em relação à quantidade de vitaminas e nutrientes.

A suplementação errada pode causar prejuízos à saúde do peludo e sofrimento para o animal. Pode ocasionar cálculos urinários e calcificação de tecidos, por exemplo. Por isso a administração de suplementos sem recomendação veterinária nunca deve ser feita pelo dono do pet.

Para corrigir a falta de vitaminas, depois de exames médicos e análises laboratoriais, o veterinário vai ajustar a alimentação de base. De acordo com a situação que se encontra o animal, o especialista fará as correções na dieta ou ainda indicará uma complementação vitamínica.

Deixe uma resposta

Fechar Menu