PLANTÃO 24H. Ligue: (51) 3491.6100

Cuide do bem-estar de seu pet nesses dias de muito calor

Cuide do bem-estar de seu pet nesses dias de muito calor

Nestes dias de temperaturas altas, precisamos redobrar os cuidados com o bem-estar dos nossos animais de estimação, para que eles passem pelo verão com saúde e disposição. Desidratação, falta de apetite e incidência de pulgas e carrapatos são alguns dos problemas que cães e gatos enfrentam nesta época do ano.

Com este clima quente e seco, é muito importante que você disponibilize bastante água para o seu peludo beber, tanto em casa quanto nas caminhadas pela rua. Nos passeios, ideais até às 10h ou depois das 16h, é bom sempre levar água para o cachorro. Observe se ele fica cansado ou ofegante, e faça uma pausa no exercício para que ele descanse.

Animais de pelagem escura ou longa sofrem mais pois absorvem mais o calor. Assim, uma boa tosa na estação vai ajudá-lo bastante. Já os bichanos de cores claras ou pelo ralo precisam de protetor solar para evitar queimaduras e até câncer de pele. Mas o melhor ainda é deixá-los a maior parte do tempo na sombra, evitando a incidência do sol.

Se eles precisarem ficar presos dentro de casa por um tempo longo, deixe o ar-condicionado ligado ou o ventilador, em lugar seguro, para garantir o bem-estar de seu companheiro na sua ausência, principalmente se a sua residência não possuir áreas arejadas. Também espalhe pelos cômodos alguns potes de água para que não falte. Algumas pedras de gelo aliviam o calor dos animais também.

Falta de apetite

Se o seu bichinho de companhia demonstrar desinteresse pela comida, tente alimentá-lo em horários de temperaturas mais amenas como pelo começo da manhã ou durante a noite. Se for preciso, adicione algum atrativo a mais na ração como um legume ou fruta que ele goste.

Nesse período de muito calor é comum também o aumento da proliferação de pulgas e carrapatos. Portanto, é imprescindível que você procure um veterinário para que ele indique a medicação preventiva e antiparasitária. Esses parasitas são responsáveis por doenças graves como anemias e verminoses. Por isso você deve ficar atento ao ambiente onde o pet passa os seus dias para ver se também não está contaminado, sendo necessário a utilização de substâncias específicas para acabar com esses organismos.

Em relação a moscas, deve-se ter cuidado redobrado no caso de o seu animal ter alguma ferida exposta no corpo, o que pode ser uma porta de entrada à criação de larvas. Telas nas janelas e portas são uma ótima alternativa de prevenção, assim como repelentes, de acordo com a consideração de um especialista.

Banhos refrescantes

Banhos sempre são opções refrescantes para amenizar o calor. Pode ser em casa, depois de uma saída mais longa, porém considerando um tempo para que o corpo do animal se adapte à temperatura da água, se estiver mais fresca. Ou pode ser no pet shop de sua confiança, onde ele vai ter todo o conforto possível.

Se o seu amigo fiel é da raça dos braquiocefálicos (Buldogue, Pug e Lhasa Apso, entre outros), cuidado com a hipertermia, conhecida também como insolação, problema comum no verão. Esses animais de focinho curto podem ter elevação na frequência respiratória, falta de ar e outras complicações com o aumento exagerado da temperatura corpórea. Pode haver casos de desmaios e convulsões. No primeiro sinal, busque atendimento médico urgente.

Deixe uma resposta

Fechar Menu