PLANTÃO 24H. Ligue: (51) 3491.6100

Aumentam os casos de diabetes em cães e gatos

Aumentam os casos de diabetes em cães e gatos

Os casos de diabetes têm aumentado bastante entre cães e gatos ultimamente. Uma das razões para essa incidência pode ser os hábitos de vida contemporâneos que acabam atingindo também os nossos bichinhos de estimação. Também os cuidados e a atenção dos donos levam à identificação da doença cada vez mais. O mal, no entanto, pode ser prevenido ou tratado por especialistas da área.

O diabetes pode levar os animais à morte. Há várias complicações em relação à saúde do pet. Qualquer ferimento, por menor que seja, custa a fechar. A doença também causa cegueira em cães e gatos. E ainda o diabetes afeta órgãos importantes dos bichinhos como os rins e o coração.

Os sintomas mais comuns são a perda de peso, sede constante, aumento de apetite e cansaço. O animal vive com a língua para fora, esbaforido, mesmo num pequeno passeio, e não aceita mais as brincadeiras que eram comuns no seu dia a dia. Segundo a medicina veterinária, um cão é diabético quando fica incapaz de secretar insulina, mesmo estimulada com glicose.

Há várias questões, como as genéticas, que propiciam o surgimento do diabetes, deixando doentes com maior probabilidade animais da raça Golden, Retriever, Labrador, Poodle, Dachshund, Schnauzer e Beagle. Outros fatores de risco, como a obesidade, alimentação desiquilibrada e sedentarismo, incidem no aparecimento da doença. Tudo isso se agrava ainda mais quando o animal é idoso.

Em relação aos gatos, o fato de viverem isolados em ambientes fechados é um sinal de vida sedentária e consequente ganho de peso. Já os cachorros que não exercem atividades físicas também estão predispostos a desenvolverem a doença, pois inativos tendem a ficar mais gordos.

Assim, atitudes e monitoramentos podem proteger o animal da doença. Alimentar o seu pet de forma balanceada e em quantidade adequada, não abusar de petiscos, cuidar do peso e promover atividades físicas podem colaborar com a prevenção do diabetes. Mas uma visita periódica ao veterinário, que pode observar sintomas e realizar exames, é a garantia para a saúde e vida longa do seu melhor amigo.

Deixe uma resposta

Fechar Menu