PLANTÃO 24H. Ligue: (51) 3491.6100

Anemia pode ser a porta de entrada para doenças mais graves

Anemia pode ser a porta de entrada para doenças mais graves

Se o seu cãozinho anda prostrado, sem vontade de comer, com um aparente cansaço pode ser que ele esteja com anemia. E essa indisposição vai mais além pois a anemia pode ser o alerta para outras enfermidades.

O veterinário, ao examinar o seu pet, poderá comprovar o diagnóstico através de sinais que o corpo do animal emite como a cor pálida das mucosas da boca, entre outras avaliações clínicas, para determinar o tratamento específico e eficiente.

Os sintomas podem ser bem diversificados, dependendo da severidade do problema de saúde e do tempo a que o seu bichinho já está exposto. Por isso, é muito importante a avaliação de um médico para tomar as providências apropriadas rapidamente.

A anemia é uma deficiência no sangue onde as hemácias acabam se reduzindo, o que ocasiona a queda na concentração da hemoglobina, proteína que leva o oxigênio para todas as células e os tecidos do organismo.

Manchas vermelhas podem aparecer na pele, assim como sangue nas fezes. Pode haver casos de hemorragias pós-traumáticas ou decorrentes de tumores, conformando um quadro mais grave, de anemia aguda.

Essas situações exigem com mais urgência a intervenção de um profissional da saúde, qualificado, e uma estrutura de atendimento completa, para que o animal possa receber um atendimento eficaz e ágil, garantindo a sua recuperação total.

A causa da anemia nos cachorros na maior parte das vezes é a falta de nutrientes. Então, depois de avaliar as condições fisiológicas do seu pet, o veterinário deve indicar uma dieta direcionada à desnutrição ou outras medidas que corrijam deficiências nutricionais.

Através de exames clínicos e laboratoriais, será possível também detectar se a procedência da anemia está relacionada a outras causas como verminoses ou a presença de outros parasitas.

Também há possibilidade de o animal apresentar outras doenças que levam à anemia. O médico vai investigar se o organismo do cão possui alguma carência na formação das células vermelhas ou mesmo provoca algum processo de eliminação desses elementos.

Como a prevenção é sempre melhor do que ter que remediar a situação, é essencial ao bem-estar do animal a indicação apropriada sobre qual alimento é melhor para ele, assim como uma suplementação corretiva e equilibrada.

As fases de vida de seu fiel companheiro também definem os cuidados necessários pois passam por períodos de gasto de energia, de estresse e de senilidade, entre outros tantos.

Uma vida saudável e tranquila para o seu bichinho de estimação exige certamente, procedimentos que precisam da opinião de um especialista na medicina veterinária, desde a vacinação até a ministração correta do alimento, além, é claro, de revisões periódicas ou, se preciso, o atendimento emergencial por uma equipe médica que você confie.

Deixe uma resposta

Fechar Menu